Evento: BRINCAR TERAPÊUTICO Voltar

fev 06 07:40
BRINCAR TERAPÊUTICO
INSCRIÇÃO
  • Inscrições encerradas

JUSTIFICATIVA
A humanização em dispositivos de saúde tem como objetivo destacado promover a qualidade dos serviços disponíveis através da troca de saberes entre os profissionais, os usuários, a rede social e de suporte, investindo em uma proposta de interação que mobilize o protagonismo de seus usuários, como é o caso das brinquedotecas. A disposição de brinquedotecas em instituições de saúde no Brasil vem se difundindo de forma consistente após a aprovação da lei nº 11.104, de 21 de março de 2005, que instituiu sua instalação nas unidades de saúde que oferecem atendimento pediátrico. Esta iniciativa na legislação está inserida na perspectiva de humanização do cuidado à criança e ao adolescente, a qual demonstra que a inclusão de espaços lúdicos é uma ferramenta importante para assistir as crianças em tratamento.  O trabalho em brinquedotecas em contextos como salas de espera se fazem necessários para garantir o bem-estar do público infantil que aguarda os atendimentos referentes aos seus acompanhamentos de saúde. Compreendemos também que a brinquedoteca é um espaço de  aprendizagem ao proporcionar o compartilhamento de brinquedos, vivências, emoções dentro do campo da socialização além da criação de vínculos entre cuidadores, crianças e os profissionais de saúde. Ainda sobre a importância do brincar, devemos considerar que tal atividade constitui também um espaço de formação de cidadania, através do aprendizado do cuidado com os brinquedos, da preservação do ambiente físico, da organização das regras dos jogos, da negociação da posse e divisão dos brinquedos, colaborando para que seus frequentadores possam adquirir noções de democracia e de direitos sociais, que se refletirão nos demais contextos em que estão inseridos. Nesse contexto, a atividade lúdica também tem função importante na abordagem de conflitos subjetivos, na constituição do eu e no desenvolvimento das funções psíquicas superiores como o pensamento, a linguagem e a imaginação. Desta forma, considera- se que as brinquedotecas se caracterizam enquanto espaços lúdicos, terapêuticos e políticos. A partir dos conceitos expostos acima e de acordo com a Política Nacional de Humanização do Ministério da Saúde (BRASIL,2004) que se pauta nos princípios da inseparabilidade entre a atenção e a gestão dos processos de produção de saúde, transversalidade e autonomia e protagonismo dos sujeitos, propomos o desenvolvimento de intervenções na brinquedoteca pertencente a Clínica-escola do Curso de Odontologia. 


OBJETIVOGERAL
Expandir o referencial teórico  e prático da graduação dos estudantes do curso de Psicologia de forma que estes compreendam um campo de intervenção que envolva a multidisciplinaridade e o desenvolvimento infantil.
 
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
Conhecer a Política do Ministério da Saúde no que se refere a humanização do atendimento ;
Compreender os referenciais teóricos que embasam o desenvolvimento infantil;
Discutir sobre estratégias  e formas de intervenção na infância;
Identificar aspectos relacionados a entraves no desenvolvimento infantil e/ou sofrimento psíquico;
Discutir e refletir sobre contextos sociais e culturais que interferem no campo da saúde mental infantil;
Vivenciar a realidade prática de atuação em um dispositivo de saúde.

EMENTA:  Componentes teóricos e práticos sobre o desenvolvimento infantil, saúde mental na infância e atuação em dispositivos de saúde.

LOCAL: CLÍNICA-ESCOLA DE ODONTOLOGIA DA UNICHRISTUS

PÚBLICO-ALVO: Estudantes do Curso de Psicologia da Unichristus a partir do 4º semestre.
 
CARGA HORÁRIA: 168 horas

HORA DE ATIVIDADE COMPLEMENTAR:
  60 horas

NÚMEROS DE VAGAS: 6

PERÍODO DA ATIVIDADE: 06 de fevereiro a 10 de dezembro de 2020

HORÁRIO:  7h40min -11h40min e 17h – 21h

DIAS DE SEMANA:  quinta-feira
 
INSCRIÇÃO: eventos.unichristus.edu.br
                      22 a 29 de janeiro de 2020

DATA/HORA
  • Qui 06/02/2020 07:40
PROGRAMAÇÃO
Plano de aplicação
Primeiro momento: Realizar divulgação do Projeto - Brincar Terapêutico para os estudantes do Curso de Psicologia a partir do 4º semestre.
Segundo momento: Apresentação do grupo que constituirá o projeto de extensão aos docentes e discentes pertencentes à Clínica-escola de Odontologia.
Terceiro momento: Realização do grupo de estudo que promoverá o embasamento teórico e a articulação com a prática.
Quarto  momento: Realização das atividades práticas e supervisionadas em horários pré-definidos nos  turnos da manhã e noite conforme acordado com a coordenação da clínica-escola.
Quinto  momento: Avaliação das atividades desenvolvidas.
Encerramento do projeto e elaboração de um artigo.

METODOLOGIA 
Serão adotadas estratégias e técnicas de atuação  complementadas com  aporte teórico expositivo dialogado (professores-estudantes) em modelo de grupo de estudo constituído por discussão de textos, utilização de outros recursos de aquisição de conteúdo como filmes e documentários, planejamento e execução de atividades grupais e produção escrita.
A participação ativa do aluno é estruturante da metodologia pois este é compreendido como ator  do processo de ensino-aprendizagem.

PROCESSO SELETIVO – 30 de janeiro de 2020 às 17h

1ª e única etapa: (classificatória e eliminatória): Entrevista semi-estruturada.
Apresentação de histórico acadêmico da graduação.

Resultado: A divulgação do resultado final da seleção será dia 03/02/2020 por meio das mídias de divulgação da Unichristus.


LOCAL

Centro Universitário Christus - Campus Parque Ecológico

ENDEREÇO

R. João Adolfo Gurgel, 133 Cocó, Fortaleza - CE,

TELEFONES INFORMAÇÕES

(85)3265-8100

Compartilhe nas redes sociais